Pablo Vilela

Nonada

In Dia a Dia do Revisor on 28 de fevereiro de 2007 at 9:49 pm

museu-lingua.jpg

É o fim da exposição de Guimarães Rosa no Museu da Língua Portuguesa.

A obra museológica nada deveu à literária. Estava lá, escrita, descrita, fac-similada, figurada, reproduzida, analisada, comparada, criticada, esculpida, imaginada: completa.

Uma exposição para se ver, ouvir, tatear, sentir e recordar.

Meus netos saberão que lá estive.

Anúncios
  1. Gostaria de ter ido. Ai, ai…

    Beijos, Pablito.

  2. Meus netos saberão que fiquei enrolando, mas, no último dia, lá estive também.

  3. Olá Pablo,

    Eu ainda não conheço o Museu de Língua Portuguesa, mas quem visitou, me disse que é excelente.
    Esta é uma das visitas que estão na minha lista.

    abs

  4. Uma vez eu fiz uma prova e o professor estranhou uma palavra e assinou na correção>]:”haja Guimarães Rosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: