Pablo Vilela

Mais Desacordo

In Dia a Dia do Revisor on 23 de julho de 2007 at 10:10 pm

Abri meu último exemplar da revista Língua Portuguesa à procura de amenidades e deparei novamente com o maldito acordo (perdão por voltar ao tema: não gosto disso, mas ele me entoja).

O que mais me estranhou foi a opinião do diretor do Instituto Antônio Houaiss, que deveria representar à altura o grande lexicógrafo que lhe dá nome. Diz ele que o acordo é uma necessidade e é uma vergonha que ainda não tenha sido concretizado. Todas as grandes línguas já fizeram isso. O árabe, idioma de mais de 15 países, é falado de forma diferente, mas escrito da mesma maneira.

Ora, comparar português com árabe? A questão do árabe não é ortográfica, é alfabética. Todas as grandes línguas? O inglês, língua mais difundida no mundo, não sofreu reforma e tem diferenças ortográficas (assistindo ao Pan-Americano, tenho notado as rugas de preocupação dos americanos). O chinês, língua com maior número de falantes, também não sofreu reforma.

Parece até que quer ganhar mais dinheiro inutilizando nossos dicionários atuais. Será que não basta ter aumentado mais de três vezes o preço do Dicionário Houaiss desde o lançamento?

Anúncios
  1. Uma das coisas que me deixam irritada é que alguns de meus ilustres professores-doutores da universidade não se preocupam em aprender a usar o acento grave ou o trema, por exemplo, com a desculpa fajuta de que é difícil ou que o Word os coloca automaticamente, mas demonstram uma dedicação imensa para aprender quando a ortografia é de uma língua estrangeira. Vou boicotar essa reforma…

  2. Pois é!… Passados SETE ANOS, vê-se que foi feita uma reforma estúpida, que gera muito mais dúvidas – dúvidas que antes não tínhamos! Para agradar a quem? Aos brasileiros? Claro que não! Aos portugueses? Menos ainda! Porque o fato é que nunca voltaremos a escrever como eles. Não é facto? Nem vamos escrever telefónica! Mesmo as nossas telefônicas sendo a vergonha do planeta, não há como assimilarmos uma coisa absurda aos nossos olhos como inverter o uso do acento grave e acentuar Antônio como António, homônimo como homónimo, etc.!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: