Pablo Vilela

Trabalho Será do Revisor

In Dia a Dia do Revisor on 22 de agosto de 2007 at 3:34 am

Se você não conseguiu acessar um dos links do último tópico, olhe o que andaram dizendo por aí:

O Chico achou ótima a ideia, porém prefere permanecer tranquilo nas férias. Foi essa a resposta bem-humorada do assessor de imprensa de Chico Buarque ao pedido de entrevista da Folha sobre a nova ortografia. [Humor negro, talvez.]

Quem poderia se beneficiar com as alterações é o escritor e colunista da Folha Ruy Castro. Registrado com um y no nome, ele conta que passou a vida sendo vítima dos legalistas. Pelo menos nisso, para mim, a nova reforma será ótima. Ela garante o meu direito ao y, e, assim, os antigos legalistas podem ir lamber sabão. [Ele chama de legalista quem defende a língua dele.]

Já passei da idade de reaprender a escrever. Vou seguir usando a ortografia vigente no dia de hoje e, no futuro, se quiser, o computador que me corrija. [O corretor ortográfico do editor de texto, segundo ele, substituirá o revisor. Bom lembrar que ele é escritor e jornalista.]

Fui revisor em jornal e sempre gostei muito da língua. Como todo brasileiro, porém, não sou grande conhecedor das regras. Me preocupo mais, por exemplo, em evitar palavras repetidas porque sempre há a figura do revisor, diz Marçal Aquino, autor de Cabeça a Prêmio. [O livro deve contar a história de um revisor de jornal que não era grande conhecedor das regras. Até eu poria uma cabeça dessa a prêmio.]

Já Luiz Ruffato diz não ser contra nem a favor. Tem coisas mais urgentes para serem resolvidas (…) O escritor afirma que vai continuar redigindo seus livros do mesmo jeito. O trabalho será mesmo dos revisores. [Isso é que é respeito pela profissão dos outros.]

Anúncios
  1. Aff! Hoje mesmo eu estava discutindo sobre isso no trabalho. Eu disse: Vai ser impossível comprar linguiça e comer tranquilo, sem desconfiar que ela seja de origem duvidosa e que possa me causar uma intoxicação alimentar. Já pensou gastar mais de cinquenta reais em medicamentos e ainda frequentar a fila do SUS? Quem será capaz de cometer um ato heroico desses? (foi difícil escrever assim!).
    Até agora não me conformo com essas mudanças! Eu não conseguirei escrever assim, tenho certeza. Olha a coisa feia que ficou! Ou melhor, segundo a nova grafia, que feiura de coisa!
    Abraços.

  2. Vocês acham que o tal acordo é assinado desta vez? Há mais de dez anos que está nessa lengalenga.

    Estou bem por fora neste momento, mas torcendo para que a lengalenga continue…

  3. Ainda bem que pensam assim. Pior seria se decidissem escrever perfeitamente de acordo com as regras novas e antigas. Acabaria o serviço. Uma tremenda economia para as editoras.

    Falar nisso, agora até para editar livros do catálogo, já publicados milhões de vezes, será preciso recorrer ao bom e velho revisor.

  4. Não que eu esteja defendendo o Ruffato (o comentário “O trabalho será mesmo dos revisores” é patético), mas acho que ele quis dizer que há coisas melhores e mais importantes para fazer do que inventar reformas inúteis como essa. Bom, pelo menos eu espero que seja isso. hehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: