Pablo Vilela

Os Livros Nossos Amigos

In Outras Revisões on 14 de dezembro de 2007 at 9:29 pm

Comprei a primeira edição de Os livros nossos amigos, de Eduardo Frieiro, ao saber que um dos capítulos foi suprimido na segunda edição. A curiosidade foi insuportável.

1941. Justamente na página inicial do capítulo excluído, um recorte de jornal (algum belo-horizontino) do domingo, 3 de agosto, quando Oslo decretava estado de sítio pela invasão nazista. Maus tempos. No verso do mesmo recorte, uma merecidamente elogiosa crítica ao livro.

Os livros nossos amigos

Aires da Mata Machado Filho

O mistério desse encanto diferente encontra explicação na frase de Charles Nodier: Depois do prazer de possuir livros, não há outro mais grato que o de falar deles. Esse prazer de versar o assunto predileto (…) convida suavemente à doce amizade dos livros até os contumazes e mal-ensinados que chegam a cometer a monstruosidade de não os amar apaixonadamente.

O capítulo suprimido? A lista de 20 livros para uma biblioteca mínima. A idéia é boa, mas nem mesmo o autor confia em sua lista. Eu prefiro as nossas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: