Pablo Vilela

Desculpas Esfarrapadas

In Dica do Mês on 4 de fevereiro de 2008 at 3:59 am

Chega o carnaval, é hora de iniciar o ano. Os trabalhos naturalmente começam a aparecer com mais freqüência. Há, porém, de se tomar cuidado com alguns perigos que acompanham a alta temporada de trabalho.

A dica deste mês é inspirada por um tópico do Minha Língua, blogue do Charleston Fernandes: As dez desculpas mais ouvidas por um revisor freelancer (volte aqui depois de ler as desculpas).

O que fazer para não ser enganado e para não ter seu trabalho depreciado? Seja profissional (parece óbvio, mas é difícil onde se está habituado à informalidade): tenha referências do cliente, conheça-o e combine todos os termos antecipadamente, firme contrato, emita nota fiscal ou recibo e jamais cobre menos que o valor justo pelo seu trabalho.

Se fizer tudo isso, o problema está resolvido? Não. A possibilidade de contratempos, no entanto, diminui bastante. Se, ainda assim, um cliente tentar enganá-lo, é melhor abandonar o mau cliente e dedicar-se aos que lhe dão a devida valorização profissional.

Anúncios
  1. É como dizem, não se pode impedir o desastre, mas se pode impedi-lo de ser desastroso. Que os conselhos sirvam para que os nossos colegas profissionais da revisão estejam mais atentos aos maus clientes.

  2. Mau cliente é que mais há por aí. Querem pagar menos que o mínimo para você dar “uma olhadinha” (“olhadinha” aqui significa preparar, comparar, fazer da primeira até a última leitura – e ai de você se deixar passar alguma coisa nessa olhadinha).
    Mas também existe o mau revisor. Revisor que se preza (ou seja, aquele que é revisor profissional, e não apenas nas horas vagas) não trabalha com fundo de quintal, mesmo que esse fundo de quintal esteja no top do top das melhores vitrines do país.
    Que aceita “dar uma olhadinha” em livros por R$ 1,50 a lauda só porque naquele final de semana está chovendo presta um desserviço à classe (e esta classe existe, é muito boa no que faz e vive disso).

    Abaixo os revisores de conveniência!

  3. Letícia, como diz minha vó, no fundo do quintal só presta churrasco, samba e pé de fruta.

  4. As avós sempre sabem o que dizem. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: