Pablo Vilela

Formando Revisores

In Dia a Dia do Revisor on 13 de maio de 2008 at 10:13 pm

Conheço excelentes revisores graduados em Letras. Bacharéis em Língua Portuguesa? Não necessariamente. Licenciados em Francês, bacharéis em Tradução, licenciados em Português do Brasil como Segunda Língua. Conheço exímios revisores formados em Comunicação Social: jornalistas, publicitários, editoradores. Conheço mesmo notáveis revisores que sequer têm formação superior.

E qual é, afinal, o curso ideal para o revisor? O Bacharelado em Língua Portuguesa é, em tese, a formação mais específica para a revisão de textos. Não é a única. Não é necessariamente a melhor. É tão-somente a mais específica.

Não é o curso superior que faz o revisor. Nem é ele que faz o bom revisor. O revisor faz a si mesmo. As informações existem, mas estão espalhadas. Cabe a nós buscá-las e uni-las.

Anúncios
  1. Certíssimo seu texto.
    Posso ser chatinha, mais uma vez??

    Principalmente no começo de carreira, o revisor precisa necessariamente trabalhar com colegas mais experientes. O fato de ser ótimo em português não é suficiente para a revisão. E nisso vai uma bela dose de humildade. Nem sempre (aí eu concordo com você no post lá de baixo, sobre os mandamentos) uma alteração para o “corretíssimo” é adequado a certo texto. Nem sempre vale a pena gerar emenda. E, principalmente: pensar, pensar, pensar mil vezes antes de alterar alguma coisa. Se algum manual defende aquela forma, o autor já tem argumento para reclamar de qualquer alteração.

  2. Isso aí, Lets. Falou e disse.

  3. Concordo plenamente com o que você disse: o revisor faz a si mesmo. Como você já escreveu num dos posts abaixo, não é na universidade que nos formamos revisores. Quando iniciei meu curso superior, já tinha a idéia fixa de ser revisora, mas suspeitava de que, na sala de aula, praticamente nada seria dito a respeito dessa prática; e minhas suspeitas foram confirmadas. Aprendo muito mais sobre meu trabalho conversando com pessoas e buscando informações do que poderia aprender em qualquer instituição de ensino. Obviamente, se houvesse mais especializações para formar revisores, tudo seria muito mais simples; mas nós somos assim mesmo: figuras teimosas perseguindo conhecimento em todos os cantos; e para isso é necessário muito apreço pela profissão.

  4. Isso acontece também na minha área (tradução). Não tenho nenhum colega graduado em tradução, são poucas as universidades que oferecem esse curso (aqui no Rio, só conheço a PUC). Somos, em maioria, graduados em letras e comunicação, até direito, administração, filosofia, biologia, etc.
    Gostei muito desse blog, parabéns!

  5. Você está certíssima, Leticia. Não tem nada de chata. Nossa profissão costumeiramente é muito individualista. Quanto mais contato tivermos com o trabalho de um profissional mais experiente, tanto melhor. Assino embaixo de tudo o que você disse.
    Você teve sorte, Laís. Eu descobri tudo isso depois que já cursava Letras. Foi um processo doloroso, mas felizmente sobrevivi. 😀
    A tradução e a revisão têm mesmo muito em comum, Suellen. Pena que os profissionais dessas áreas dialoguem tão pouco. Fico feliz que tenha gostado do blogue. Espero vê-la por aqui muitas vezes. 🙂

  6. Tudo me surpreende nesse blog. E ler que alguém tem “idéia fixa de ser revisora” me deixa muito feliz. Não sabia que isso existia. Não sabia que era tão bom assim ser revisor. Isso me deixa realmente feliz.

  7. Fiquei surpresa ao encontrar o blog. Puxa, como algo assim existe? Eu sempre fui revisora. Estou falando sério! Revisar é algo que nasce com a gente, não é? Se não for, eu ainda tô pra descobrir. Concordo com a Letícia, quando disse que sempre é bom contar com o auxílio de um profissional mais experiente. Estou começando. E humildemente peço:
    Tem alguém aí pra me ajudar?
    Por gentileza, se houver, entre em contato: gibenedetti@netserv.com.br

    Parabéns pelo excelente blog!

  8. Acreditem, é muito bom mesmo! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: