Pablo Vilela

Inimiga da Revisão

In Dia a Dia do Revisor on 9 de junho de 2008 at 4:41 am

O antigo ditado tinha inteira razão. A origem de boa parte dos erros é a pressa. Ninguém consegue reler o que escreve. No trabalho, na faculdade, no blogue ou no e-mail, o tempo é sempre escasso, o que impede a releitura e cria uma infinidade de erros facilmente evitáveis.

Mas será que o prazo é assim tão rígido, ou o problema está no mais puro desleixo? Tendo a crer na segunda opção. O limite de tempo, na realidade, costuma ser mais confortável do que aparenta.

Ainda que rápida, a releitura economiza posteriores correções. No fim das contas, o tempo investido nela é facilmente recuperado, pois restam menos emendas. Assim, se o autor relê seu texto, o revisor pode se preocupar mais com a qualidade e menos com o relógio.

Anúncios
  1. Pablo
    É exatamente o que acontece! Na empresa em que trabalho, quem escreve nunca relê, e o revisor (muitas vezes também copidesque) que se vire depois. Pior ainda quando o prazo do revisor é apertadíssimo e, no caso, não há como “negociar”. Dureza!!! rsrsrs
    Uma ótima semana a todos, bjns

  2. Tudo verdade… Parece que foi escrito para mim, pois sofro cada dia mais desta preguicite aguda.

  3. É, o poderoso Chronos é mesmo um deus muito danado e devora todos os seus filhos. Quando não é o autor (ou tradutor), é o pobre do revisor.. ó vida! : )

    Um beijo,
    Joice

  4. Geralmente é o pobre do revisor, Joice.

  5. É, em geral ele devora todos e o revisor de sobremesa. 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: