Pablo Vilela

Casa de Recuperação

In Dia a Dia do Revisor on 6 de novembro de 2008 at 10:47 pm

Em um presídio feminino nos arredores de Brasília, um projeto transforma o modo como enxergam a vida mulheres que já se viam sem perspectivas. Onde outrora as prisioneiras tramavam os mais variados crimes, uma biblioteca foi inaugurada.

O que parece bonito é ainda mais. O projeto não onera o Estado. Os livros são doações. Uma detenta cuida da biblioteca. Ademais, nada de prêmios para as presidiárias. Nada de redução de pena. Elas, que emprestam mais de quarenta livros todos os dias, seguem pagando pelo que fizeram, mas com a esperança de um dia, em liberdade, ter uma vida digna. É a reinclusão como deve ser.

Anúncios
  1. Lindo! Um exemplo a divulgar e a exportar…

    Abraços
    Helena

  2. Concordo com você, Helena. Se isso virasse moda, o mundo poderia ser muito melhor.

  3. Faz lembrar o filme Um sonho de liberdade. Acho que os presídios deveriam ser um local onde as pessoas tivessem a chance de se reinserirem na sociedade e não o que acontece hoje..abs,

  4. Pois é, Janaina. Teoricamente é para isso que eles servem, mas na prática a gente sabe que é bem diferente. Bem, ao menos temos aqui um caso um pouco distinto, não é?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: