Pablo Vilela

Entrevistando o Revisor

In Eis o Revisor on 26 de janeiro de 2009 at 4:00 am

Eis o Revisor. O desconforto com a câmera é patente; mas o recado, parece-me, foi transmitido.

Neste segundo aniversário, um presente para você que nos prestigia. Temos uma nova categoria. A cada bimestre, publicaremos a entrevista ou o ensaio de um revisor.

Como sugeri, usaremos a nova grafia, evitando as palavras que mudaram.

E, se pensa que Brasília não tem praia, veja que se engana.

Anúncios
  1. Que bacana, Pablo.

    Se o recado foi transmitido? Depois dessa declaração aí embaixo você ainda tem dúvida?

    “Não há necessidade do acordo, o que há é uma necessidade de maior divulgação da Língua Portuguesa e maior divulgação da Literatura de Língua Portuguesa pelo mundo (…) muito mais importante do que mudar a ortografia, seria divulgar a Língua Portuguesa, disseminar a Língua Portuguesa e ensinar a Língua a Língua Portuguesa aos povos lusófonos.”

    Foi mais do que transmitido. Vai incomodar muita gente, hehehe.

    E você nem pareceu tããão desconfortável assim. Sei o quanto é difícil dar essas entrevistas ao vivo, e uma coisa é certa: o português estava impecável, ponto pra você 🙂

    Parabéns pelos dois anos de “Cadê o Revisor”. Que ele tenha muitos e muitos anos pela frente para continuar nos presenteando com esses posts maravilhosos.

    (Mas quem você quer enganar com essa “praia” cenográfica lá atrás? 😆 )

    Beijocas e parabéns,
    Magda.

  2. Nossa, esse revisor está ficando chique demais! Parabéns, adorei a entrevista. 😀

    Beijo doce.

  3. Oi, Pablo, mandou muito bem na entrevista!!! Gostei!!!

    Parabéns pelo blog!

    Um abraço!

  4. que simpatia!
    se algum dia vc abrir algum arquivo para brontossauros da revisão, nos idos de 1971 a 1976, tens aqui uma voluntária!

    abraço
    denise

  5. Nossa, você ficou foi muito bem na fita, Pablo! Adorei a entrevista. Parabéns a você e ao blog.

    Beeeeeeijo grande,
    Márcia

  6. Pablo,
    Que emoção ver você sendo requisitado para falar sobre a língua portuguesa! Estou orgulhosa! Fiquei sabendo do seu blog por meio da Karla, sua colega de UnB e que trabalha agora aqui do meu ladinho no tribunal. Um beijo grande!
    :o) Natalia (da Fundação e da Escola Logosófica, lembra?)

  7. Pablo, parabéns!
    O blog faz anivérsário e todos nós ganhamos com os posts e com a entrevista! 😉
    Abração,

  8. Pablo, mandou muitíssimo bem! Se você não estava à vontade, nem deu pra perceber. Quem – achei eu – não estava à vontade era o entrevistador…

  9. LINDÃO! tananam LINDÃO! tananam…hehehehe

    Gosto de pensar que tenho alguma culpa em você ter vindo parar no universo blogueiro.

    Beijo, saudades. E parabéns!

  10. Parabéns, Pablo! Muito prazer em conhecê-lo! Deu um recado magnífico e terminou BEM! O que é que tem o português ser tão multifacetado? Fazem estrago, causam prejuízo, não entendem que nunca poderão pôr fim à fantástica MULTIPLICIDADE da aventura lusófona… Já sabíamos, mas obrigada por nos ajudar a perceber ainda melhor.

    Abraço
    Helena

  11. Olá Revisor!
    Adorei o filme e suas ideias sobre a reforma ortográfica!:-)
    Ahh, acho que não está escrito no “Geoatlas” que em Brasília existem praias… Hi, hi, hi! 😀

    Paulinha

  12. Muito obrigado, pessoal. Essa entrevista aconteceu graças a vocês, que dão vida a este blogue.
    E quanto aos que estão duvidando que há praia em Brasília, essa aí é de verdade mesmo. Brasília, inclusive, tem uma das maiores frotas marinhas do Brasil. Podem acreditar.

  13. Pois bem, Pablo, concordo contigo em muitos pontos. O Acordo poderia ter sido algo mais salutar. Fizeram pirotecnia em cima de um assunto muito importante, o tempo passou e aqui estamos, na iminência de passarmos a escrever “dia a dia”. Fora os casos duvidosos que a cada dia de trabalho levantamos…

    A tempo: excelente entrevista.

  14. Muito obrigado, Fernando. Eu considero que, se fosse para mudar para melhor, tudo bem, era discutível. Mas mudar só por mudar? Não faz sentido.

  15. Revisando o revisor:

    Aos 5:38.

    “As mudanças não são tão significantes assim para fazer um ‘leitor’ que não era lido vir a ser lido.”

    Tenho a impressão de que foi daqueles lapsos em que se pretende dizer uma coisa e se diz outra… Não seriam “escritores”?

  16. Meu comentário não fui muito simpático. Apontei apenas o lapso e não fiz nenhum outro comentário. Corrijo-me: a entrevista foi muito bacana! No que se refere ao assunto da entrevista, nosso pensamento muito se aproxima… Enfim, só achei curioso mesmo foi te ver falando… Você é bastante diferente do que eu supunha…

  17. Oi, Revisor, vim visitá-lo e vi o blog todo mudado, gostei!
    Deu recado sim! E bem dado! =]
    Parabéns!

    Gostei do “r” puxadinho….haha

    Beijo!

  18. Isso mesmo, William. Que bom que entendeu. 😉
    Diferente para melhor ou para pior? 😀
    Não sei dizer se o “r” é juiz-forano ou candango, Rita. 😆

  19. Parabéns pelo aniversário do Blog!!! Felicidade desfrutada por todos nós, os visitantes desse espaço maravilhoso, que fala a “nossa língua”.
    Parabéns,também, pela entrevista,Pablo! Muito interessante! Alguém precisa “gritar ao mundo” que essa reforma não está com nada.

  20. Oi, Pablo!! Finalmente abri meu e-mail e soube do seu blog… Estou impressionada!!! E qual não foi minha surpresa ao vê-lo pessoalmente na entrevista!! Não sei descrever a felicidade que sinto de vê-lo realizando coisas tão incríveis. E sei que isso é só um começo. Parabéns!! Aliás, adorei todos os pontos de sua entrevista: concordo com sua visão do assunto.

    Beijos!!!!

  21. Muito obrigado, Milena. Pena que ficará apenas como grito de protesto. Mas sigamos em frente.
    Obrigado, Aline. Permita-me apresentá-la. A Aline foi quem me apresentou a revisão de textos, nos idos do milênio passado. 😀

  22. Parabéns! Também sou revisora e, com relação à Reforma, penso exatamente como você, Pablo. Excelente entrevista! Gostei muito de suas respostas.

    Um abraço,

    Maria

  23. O repórter não me deixou nada à vontade, mas acho que consegui falar ao menos parte do que gostaria. Muito obrigado, Maria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: