Pablo Vilela

Do Paraíso à Consolação

In Dia a Dia do Revisor on 11 de novembro de 2009 at 9:06 pm

Na utopia, a anarquia linguística domina o mundo. A gramática é banida. A ortografia é livre. O dicionário dá só a média da pronúncia.

No centro do tornado, o revisor recebe o contato (em crioulo) do pretenso cliente:

Gostaria que revisasse a história do Masp.

Perdão, senhor. Só reviso o dialeto que vai do Paraíso à Brigadeiro. Tenho um amigo da Consolação que talvez possa ajudar.

Anúncios
  1. Muuuuuito bom! Você deveria escrever mais minicontos. 😀

    Doce beijo.

  2. Muito obrigado. 😀
    Eu gosto muito de escrever minicontos, Cássia. O problema é que meus 95% de transpiração estão sempre à espera dos 5% de inspiração. Quando eles vêm, aproveito para criar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: