Pablo Vilela

João-Bobo

In Dia a Dia do Revisor on 13 de março de 2010 at 1:49 am

Toca o despertador, que silencia ignorado. A saída é atrasada; a chave, esquecida. A obra interrompe o caminho, vinte quilômetros de desvio.

O trabalho que tomou a semana volta reescrito. O almoço será em casa, a carteira ficou sobre a cama.

O cheque do último trabalho está sem fundos pela segunda vez. Do outro cliente, sustado. Do terceiro não veio, pois falta um dado na nota, que será refeita.

Em casa, a energia acaba, e volta, e acaba, e volta. O computador resiste em funcionar.

Toca o despertador, que silencia ignorado.

Anúncios
  1. Qualidades literárias… Gostei do texto! 😉

  2. Mais esforço literário que qualidade, Karla. Muito obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: