Pablo Vilela

Nossas Próprias Palavras

In Outras Revisões on 14 de junho de 2013 at 10:46 pm

Você acredita em suas próprias palavras?

Nossas próprias palavras

Paul Valéry

Cada um traz dentro de si todo um reservatório de frases, epítetos e locuções prontas que resultam de pura imitação. Elas nos livram do trabalho de pensar porque as tomamos como soluções válidas e apropriadas. Na maior parte das vezes, reagimos ao que nos acontece usando palavras que não são nossas. Não somos os seus reais autores. Nosso pensamento – ou o que acreditamos ser nosso pensamento – é nessas horas, meramente, uma simples réplica automática. É por isso que não devemos acreditar rápido demais em nossas próprias palavras. Quero dizer que uma palavra que vem à nossa cabeça geralmente não é nossa.

Anúncios
  1. E o que dizer daquela que eu procurei no dicionário? Tampouco será minha. É difícil ter opinião própria porque somos uma mistura de todos os textos que lemos. Contudo, ao mesmo tempo, somos uma combinação única de todos esses textos que lemos, logo, temos uma ideia ou pensamento ímpar.

  2. Nossa, é verdade, Pablo e Vinícius! Inútil buscar autenticidade! Devemos direitos autorais a todo momento…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: